10 formas de detonar os pneus do seu carro antes da hora

Postado em 04/08/2018 9:43

É de conhecimento comum dos motoristas que um jogo de pneus é um dos componentes que exigem troca periódica mais caros do carro. Por isso, se você quiser aumentar suas despesas, se ligue nestas dicas de como detonar os pneus:

1. Esqueça o balanceamento

Se você nunca fez o balanceamento das rodas, é provável que elas estejam com uma distribuição irregular de peso. Isso não apenas interfere no comportamento do carro, como vai levar ao desgaste prematuro dos pneus. O serviço deve ser realizado sempre que os pneus forem trocados ou consertados, e também quando componentes do conjunto rodante forem substituídos, como pastilhas de freio, rolamentos, e peças da suspensão.

2. Continue assim, e ignore também o alinhamento

Alinhamento e balanceamento não têm relação entre si, e um pode ser feito sem o outro quando chegar à oficina. Os dois, entretanto, devem ser realizados periodicamente. O limite para se fazer o alinhamento é de 10 mil quilômetros rodados, mas se o carro anda em vias esburacadas, deve ser feito antes. Além de levar às famosas “puxadas” na direção do carro, a ausência de alinhamento nas rodas também pode diminuir a durabilidade dos pneus.

3. Calibre os pneus com pressão diferente da indicada

O manual do proprietário determina a pressão de ar ideal para os pneus do carro, mas muitos motoristas não dão muito crédito para isso. Alguns recomendam diminuir ou aumentar a pressão da calibragem para melhorar a estabilidade ou reduzir o consumo de combustível. A prática, entretanto, leva a um aumento no desgaste dos pneus, afetando sua durabilidade.

4. Escolha o pneu com base apenas no tamanho

Na hora de comprar pneus novos, o motorista pode achar que só precisa se preocupar com as medidas. Se o seu carro já estava andando com pneus 165/65 R 14, então basta os novos pneumáticos terem essas medidas, certo? Errado. Os pneus têm outras características que devem ser conhecidas para se adequar ao veículo. Caso contrário, pode haver comprometimento da dirigibilidade, além de detonar os pneus.

5. Não faça o rodízio

O rodízio de pneus é a prática de trocar sua posição nas rodas do carro de forma a aumentar seu tempo de uso. Assim, quando for a hora de substituir os pneumáticos, será necessário comprar apenas dois, e não quatro. Mas, se você preferir comprar o jogo completo, é só esquecer do rodízio e seguir rodando com os pneus até eles acabarem.

6. Finja que seu carro é um tanque

Os tanques de guerra têm rodas de esteira com as quais passam por cima de qualquer coisa, e vão esmagando o que encontram pelo caminho. Um carro, ao contrário, tem rodas com pneus de borracha, que furam, rasgam, se deformam, criam bolhas e podem até estourar. Assim, é muito mais fácil detonar os pneus de um automóvel, basta andar pelas vias sem prestar atenção no que está no caminho, seja um buraco, uma carcaça de metal ou uma poça de material solvente

7. Estacione em qualquer lugar

Da mesma forma que na hora de andar, estacione também em qualquer lugar. Se notar uma poça estranha sobre a vaga, vai lá e pare com os pneus bem em cima dela. A substância pode muito bem ser algum tipo de solvente ou mesmo óleo, que vai danificar os pneus, além de grudar neles para te tirar da pista na próxima curva.

8. Dirija de forma agressiva

Os apressadinhos já devem estar acostumados a pagar mais na manutenção do carro do que os prudentes. Pois podem saber que provavelmente vão gastar mais com os pneumáticos também. Sair do sinal cantando pneu, fazer curvas em alta velocidade e precisar dar aquelas freadas bruscas e barulhentas são maneiras corretas de detonar os pneus.

9. Esqueça tralhas no porta-malas

Uma outra forma de acelerar o desgaste dos pneus é manter o carro bem carregado o tempo todo. Para isso, basta deixar no porta-malas tudo que você não precisa: aquela mala que você emprestou para a amiga, um pneu estourado que você esqueceu de jogar fora, ou a sacola de livros que você foi buscar mas nunca vai ler.

10. Deixe o carro parado por muito tempo

Por fim, para acabar de detonar os pneus de vez, deixe seu carro parado na garagem. Além de danificar vários tipos de componentes do possante, que não foram projetados para ficar inertes, a hibernação também vai deformar os pneumáticos, exigindo a troca.

R7

Comentários: