Anvisa estende indicação de vacina contra meningite da Pfizer

Postado em 13/06/2018 8:45

Nimenrix, que protege contra os quatro principais sorogrupos de meningococo que circulam no País, agora poderá ser indicada para bebês menores de 1 ano

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de ampliar no País a indicação da vacina Nimenrix, da Pfizer, recomendada para prevenção da doença meningocócica invasiva, em especial a meningite, provocada pelos sorogrupos A, C, W e Y da bactéria Neisseria meningitidis, ou meningococo. O imunizante, que já era indicado para crianças maiores de 1 ano de idade, jovens e adultos, agora poderá ser utilizado também por bebês a partir das seis semanas de vida. A meningite é uma infecção que ataca as membranas (meninges) que envolvem o cérebro, a medula espinhal e outras regiões do sistema nervoso central.

            O esquema vacinal aprovado de Nimenrix em menores de 12 meses de idade prevê a administração de duas doses a partir de 6 semanas de vida, seguidas de uma dose de reforço aos 12 meses. A partir da nova indicação, a vacina poderá proteger um importante grupo de risco para a doença meningocócica invasiva, considerando que as crianças mais novas são também mais suscetíveis à doença, em função da imaturidade do sistema imunológico.  Só em 2017, segundo dados do Ministério da Saúde, as crianças menores de 1 ano representaram 15,5% dos 15.247 casos confirmados de meningite registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinam)1.

            A enfermidade pode ser provocada por fungos, bactérias e vírus. Os casos de origem bacteriana, porém, são os mais preocupantes, pois podem progredir de forma rápida, apresentar mortalidade elevada e deixar sequelas importantes, como perda auditiva, alterações neurológicas irreversíveis e lesões cutâneas graves, com risco de amputações. Entre os agentes bacterianos, o meningococo é um dos mais importantes.

            A meningite representa a doença mais temida pelos pais dos bebês brasileiros de 0 a 2 anos, segundo uma pesquisa recente realizada pelo IBOPE Conecta em todas as regiões do País². Por isso, ela também é um dos temas de destaque da campanha #MAISQUEUMPALPITE, uma iniciativa lançada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), com apoio da Pfizer, com o objetivo de levar informações seguras sobre saúde infantil para as famílias, com foco no pleno desenvolvimento das crianças.

            Nas redes sociais (www.facebook.com/maisqueumpalpite www.instagram.com/maisqueumpalpite),os pais podem conferir posts sobre diferentes assuntos relacionados aos principais mitos que envolvem os cuidados com as crianças. No caso da meningite, é possível se informar acompanhando o bate-papo entre o pediatra Renato Kfouri, presidente do Departamento de Imunizações da SBP, e a atriz e apresentadora Thaís Fersoza, que aderiu à campanha.

Comentários: