Camaçari: suspeitos de abuso são obrigados a manter relações um com o outro dentro de cadeia

Postado em 13/01/2018 10:33
cadeia Camaçari

Um grupo de cerca de quatro homens está sendo acusado de ter obrigado dois dos cinco suspeitos de matar um casal dentro de casa em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador, a manter relações sexuais dentro da cadeia. As imagens foram feitas na carceragem da 18ª Delegacia Territorial (DT).

A polícia acredita que o estupro tenha acontecido por ter relação com o crime cometido pela dupla. Os corpos de Juvenal Amaral e Kelly Cristina foram encontrados enterrados no quintal da casa em que moravam em Camaçari e a mulher havia sido abusada sexualmente antes da morte.

Os homens envolvidos na ‘vingança’ já foram identificados e irão responder pelo crime de estupro. Os quatro serão transferidos para o sistema prisional. Um inquérito também foi instaurado para descobrir de que maneira o celular, usado para filmar a ação, chegou à carceragem da polícia.

O crime

Os corpos de Juvenal e Kelly foram encontrados na última terça-feira (9), mesmo dia em que os suspeitos foram presos. Além dos dois homens que foram estuprados dentro da cadeia, três adolescentes também tiveram envolvimento no crime e foram apreendidos.

Investigações apontam que o grupo descobriu que as vítimas haviam recebido uma indenização de R$ 70 mil. A dupla maior de idade, foi indiciada pelos crimes de estupro, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma e corrupção de menores.

Varela Notícias

Comentários: