Camaçari: suspeitos de abuso são obrigados a manter relações um com o outro dentro de cadeia

Postado em 13/01/2018 10:33

Um grupo de cerca de quatro homens está sendo acusado de ter obrigado dois dos cinco suspeitos de matar um casal dentro de casa em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador, a manter relações sexuais dentro da cadeia. As imagens foram feitas na carceragem da 18ª Delegacia Territorial (DT).

A polícia acredita que o estupro tenha acontecido por ter relação com o crime cometido pela dupla. Os corpos de Juvenal Amaral e Kelly Cristina foram encontrados enterrados no quintal da casa em que moravam em Camaçari e a mulher havia sido abusada sexualmente antes da morte.

Os homens envolvidos na ‘vingança’ já foram identificados e irão responder pelo crime de estupro. Os quatro serão transferidos para o sistema prisional. Um inquérito também foi instaurado para descobrir de que maneira o celular, usado para filmar a ação, chegou à carceragem da polícia.

O crime

Os corpos de Juvenal e Kelly foram encontrados na última terça-feira (9), mesmo dia em que os suspeitos foram presos. Além dos dois homens que foram estuprados dentro da cadeia, três adolescentes também tiveram envolvimento no crime e foram apreendidos.

Investigações apontam que o grupo descobriu que as vítimas haviam recebido uma indenização de R$ 70 mil. A dupla maior de idade, foi indiciada pelos crimes de estupro, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma e corrupção de menores.

Varela Notícias

Comentários: