Chicossauro Rex: Bomba no exame da OAB; bomba na Rio 2016; e mais um gol da Alemanha

Postado em 25/07/2016 11:03

A semana começa movimentada na velha soterópolis. Um causídico que vinha sofrendo há 11 temporadas com o insucesso no Exame da OAB resolve promover o maior fuzuê na Unijorge, ameaçando explodir balas de gengibre como se fossem bombas. “Eu podia estar advogando, eu podia estar roubando, eu podia estar matando, mas estou aqui apenas querendo explordir algumas balinhas de gengibre…”. Lembro do sucesso do Braga Boys, uma daquelas bandas que dura um Verão e o pós-Carnaval:

Para dançar isso aqui é (Bomba)
Para balançar isso aqui é (Bomba)
Para mexer isso aqui é (Bomba)

Desequilibrado, o rapaz já foi até liberado pela polícia. Se a moda pega, vai ter neguinho e branquinho querendo estourar pamonha, picolé da Capelinha, bolinho de estudante…

+++

Fogos durante a madrugada. Acordo perdido achando que um terrorista de verdade resolveu explodir a Boca do Rio, mas era só a lembrança do Dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas.

+++

No Rio, depois do prefeito Paes (que nada tem a ver com paz) dizer que vai agradar os australianos trazendo canguru e eles respondem que preferem encanador para os apartamentos onde vão ficar os olímpicos, fico sabendo que a Lagoa Rodrigo de Freitas é destino de boa parte do lixo produzido na cidade. Quer dizer, além das águas fétidas, vai ter velejador e remador desviando de geladeira, garrafas pet, bonecas e até mesmo patinhos de borracha da Fiesp.

Pena, apresentar ao mundo uma situação como esta.

E tome mais um gol da Alemanha, agora no legado das Olimpíadas.

+++

O que esperava Victor Ramos? Após, em rede social, o jogador mandar um torcedor ir “dar meia hora de … para vcs que falam merda”, teve o carro cercado e danificado na saída do Barradão.

Alguém diz a esse rapaz que torcedor age com a alma e por impulso, diferente dos atletas profissionais que estão apenas preocupados em fazer tatuagens, pegar ex-BBB’s e ganhar muito money.

+++

Uma semana de depoimentos de vários amigos pessoais e do face e ex-alunos dizendo terem perdido carro e celulares durante assaltos.

Cara, ta ficando cada vez mais difícil.

Não adianta construir mega prédios de escolas, reinaugurar outros… A educação tem que ser repensada. Os pais devem ser convidados a também freqüentar as escolas.

O básico, como o respeito aos mais velhos, educação doméstica e ética, deve voltar a ser ensinado. Essa geração de pais e mães de hoje é formada por filhos da geração perdida das décadas de 1970 e 1980. O problema começa com o esfacelamento das escolas públicas.

Fala-se muito de respeito às minorias e tudo mais louvável, mas esqueceram que todo mundo é ser humano e como tais, necessitam ser bem educados desde a primeira infância. A geração que só aprendeu a curtir rap violento, funk pornô e pagodão e acredita no sucesso rápido dos BBB’s e que político é tudo ladrão mesmo e o que importa é se dar bem (sem generalizar)… e que para ficar rico tem que ser jogador de futebol, traficante ou fazer sucesso no carnaval, achando que “depois de nós é nós mesmo”… Essa geração tem que ser repensada.

As olimpíadas estão aí para mostrar que educação, cultura e esporte podem salvar as futuras gerações no País.

Será que ainda se lê os clássicos nas escolas públicas? Ou estudam-se letras de música de axé music e arrocha nas aulas de literatura?

Entenderam ou vou ter que desenhar (ou desdenhar…!!!)!!!

+++

+++

Email-me: chicossaurorex@yahoo.com.br

 

 

Comentários: