Galo critica desmonte da engenharia nacional no VI Encontro de Líderes em Brasília

Postado em 20/02/2017 5:01
Lideres.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, deputado Marcelino Galo (PT), representou a Assembleia Legislativa da Bahia na mesa de abertura do VI Encontro de Líderes do Sistema Confea/Crea/Mutua, iniciado nesta segunda-feira (20) em Brasília.  O evento, que acontece até próxima quinta-feira (23), reúne representantes das engenharias e entidades representativas de todo o Brasil. Em sua intervenção, Galo, que é engenheiro agrônomo, criticou o desmonte da engenharia nacional, com demissões, paralisações de obras, diminuição de salários e precarização das condições de trabalho.  Para o parlamentar, é necessário valorizar e resguardar o acúmulo de conhecimento produzido pela engenharia nacional, reverter a crise na economia e a conjuntura política, com novas eleições diretas, ao tempo em que “não se pode permitir que  à entrada de empresas estrangeiras comprometa a engenharia e a soberania nacional”.

“O combate à corrupção, que é importante, não pode, a rigor, comprometer a soberania nacional. Não deve entregar de mãos beijadas nossas principais riquezas a grupos internacionais, e não pode, também, destruir o acumulo de conhecimento produzido historicamente pela engenharia nacional. Se não houver consciência acerca da conjuntura que atravessamos, estaremos fadados a ser tão somente uma colônia moderna, que tem suas riquezas naturais exploradas, a classe trabalhadora e o povo brasileiro espoliados por organizações internacionais que não tem nenhum compromisso com o desenvolvimento do Brasil”, refletiu Galo.  “Não podemos nos omitir e permitir que nosso patrimônio tecnológico, de conhecimento, construído há décadas, seja destruído. A engenharia é fundamental para o desenvolvimento nacional, essencial no nosso processo de modernização, compreender isso é fundamental para que nosso processo civilizatório não seja, mais uma vez, prejudicado por interesses outros, que não o nacional”, enfatizou Marcelino durante sua fala no VI Encontro de Líderes.

 

Comentários: