Itinga: família é executada e mortes elevam violência na RMS

Postado em 17/06/2017 8:35
arma

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) registrou mais uma sexta-feira (16) violenta em Salvador e cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com o boletim oficial do órgão, 12 pessoas foram mortas, sendo 6 na capital e outras seis divididas nas cidades de Candeias, Camaçari, Dias D’Ávila e Lauro de Freitas.

Destaque negativo para o bairro de Itinga, na RMS, onde três pessoas da mesma família foram executadas na localidade conhecida como Jardim Talismã. Jussara de Oliveira, de 38 anos, o filho dela identificado como Filipe de Oliveira, de 20, e uma criança, que seria filha de Jussara, foram mortos dentro de casa.

A polícia não informou a motivação e autoria para o triplo homicídios que assustou os moradores. Foi informado, apenas, que a localidade é dominada por uma facção criminosa. Agentes da delegacia do bairro investigam a autoria das mortes com o envolvimento de supostos traficantes.

Já em Salvador, um idoso de 71 anos foi executado dentro de um bar no Vale das Pedrinhas. A suspeita é que o assassinato tenha sido a mando de um traficante que não aceitava o fato da vítima ser contra a comercialização de drogas no estabelecimento. A informação está sendo investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Além do Vale das Pedrinhas, a SSP registrou homicídio em Ilha Amarela, Lobato, Uruguai, Garcia e Jardim Cajazeiras.

Comentários: