Loja às margens da BR-116 comercializa produtos da agricultura familiar

Postado em 06/02/2018 7:20

Os agricultores e agricultoras familiares da Cooperativa de Produção e Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar do Sudoeste da Bahia (Cooproaf) passaram a ter mais uma alternativa de comercialização dos produtos das agroindústrias implantadas nos municípios de Manoel Vitorino e Mirante, com a inauguração da Loja das Vitorinas, localizado às margens da BR-116.

A ação é do Governo do Estado, realizada por meio do Pró-Semiárido, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Para o fortalecimento da fruticultura, especialmente da cadeia produtiva do umbu, já foram investidos, nos últimos 11 anos, mais de R$ 6 milhões em obras, equipamentos e assistência técnica especializada, nos municípios de Manoel Vitorino e Mirante.

O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, destacou que o trabalho é feito para potencializar o desenvolvimento rural baiano, para que haja uma produção mais qualificada que vá além da comercialização in natura. “Nosso desejo é que esses produtos, com rótulo e embalagens bem feitas, estejam cada vez mais nas prateleiras com valor agregado, assim como estão aqui na loja e lanchonete das Vitorinas. Costumo lembrar que a produção da agricultura familiar alimenta primeiro os de casa, então ninguém vai alimentar sua família com produtos que não sejam de qualidade. O excedente que vai para comercialização é ofertado com apreço, cuidado e zelo”.

Quem visitar o espaço poderá adquirir e degustar doces, sorvetes e sucos de umbu, e de outras frutas como goiaba e maracujá. Serão comercializados 80% de produtos da Cooproaf e 20% de outras cooperativas e redes de agricultores familiares da Bahia. “É um prazer muito grande estar com vocês aqui nesse espaço, que não é simplesmente uma loja, é uma estratégias que o Governo do Estado está implantando em toda a Bahia. O que a gente deseja é que ambientes como este estejam funcionando em diversos territórios. Já tem o armazém da agricultura familiar em Serrinha, começamos a construir o depósito que vai funcionar em Salvador, temos lojas também na Ceasa do Rio Vermelho, cada local desse de comercialização tem a estratégia no seu entorno, para vender para supermercados, delicatessens, prefeituras, etc. Não estamos apenas pensando no escoamento da produção de Manoel Vitorino, mas nos produtos de toda agricultura familiar da Bahia”, salientou o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias.

De acordo com a presidente da Cooproaf, Marilda de Souza, com a chegada desse espaço de comercialização, a perspectiva é muito grande para aumentar o fluxo de vendas: “O ponto foi criado justamente pra isso, para escoar parte da produção. Quem visitar a loja vai encontrar da geleia do umbu ao iogurte, cerveja de umbu, produzidos por cooperativas diferentes, praticamente a Bahia toda da agricultura familiar vai estar representada aqui na loja de Manoel Vitorino.


Comercialização

Além de vender os produtos da agroindústria, a loja oferece outras iguarias. São 41 derivados de umbu, a exemplo de bolos, rocamboles, tortas, sorvetes e umbuzada. Entre os produtos mais vendidos pela Cooproaf está o ‘nego bom’ de umbu, com receita criada pelas mulheres vitorinas.

“É bom comercializar o que tem de riqueza aqui Manoel Vitorino, adorei os produtos. Estou levando o nego bom de umbu e amêndoa caramelada para dar de presente”, contou Indiana Mello, integrante do Programa Primeiro Emprego. Ela é Técnica em Agronegócio e trabalha na Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), lotada no Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) do Território Médio Rio de Contas, em Jequié-BA.

O Prefeito de Manoel Vitorino, Heleno Vilar, mostrou-se empolgado com inauguração do empreendimento, que vai ajudar a movimentar a economia local: “Aqui é uma grande oportunidade de negócio, eu chamo de um shopping a céu aberto, às margens da BR 116, com um fluxo de 30 mil veículos por dia e esse investimento do Governo do Estado na lanchonete Vitorinas representa um ganho importante na economia para o nosso município, geração de emprego e renda”.

A loja de comercialização, que inaugura uma nova etapa para o escoamento dos produtos, conta com uma área construída de 290m², com sanitários, cozinha, depósito, área externa com paisagismo e um ambiente estruturado com mesas e cadeiras confortáveis para clientes. A lanchonete, para o consumo imediato de sucos e doces, estimulará também a venda de outros produtos de qualidade, por meio de degustação. Para a implantação da unidade foram investidos pela CAR/SDR R$ 454,7 mil, em recursos de convênio, com a contrapartida de R$ 201,7 mil dos cooperados, na forma de capital de giro e estrutura preexistente.

Secom

Comentários: