Namoro à distância pode apimentar a relação e trazer benefícios ao casal

Postado em 13/01/2018 11:18

Há quem diga que namoro à distância se torna uma prática impossível e que gostar da pessoa não é o suficiente para manter a relação. Indo na contramão das pessoas que apoiam esta ideia, especialista garante que esse distanciamento pode acrescentar fatores positivos ao casal. Segundo a psicóloga Sarah Lopes, do HapvidaSaúde, encarar a situação é a melhor maneira de seguir com a pessoa que se ama. “O namoro à distância parece muitas vezes desesperador, mas, o parceiro tem que encarar esta nova situação e priorizar os pontos positivos”, diz a especialista.
Nesse tipo de relação, segundo a psicóloga, tem que existir uma conversa entre ambas as partes e ponderar os pontos positivos e negativos que toda essa situação pode ocasionar na vida de ambos, para que não se tenha um fim triste e indesejado. “Os pontos a serem considerados podem ser negativos e positivos. Os negativos, giram em torno da adaptação da distância, dificuldades com a comunicação e o ciúme. Já os positivos, como não ter a possibilidade de cair na rotina e tercomo construir de forma assertiva aquela saudade, podem até apimentar mais ainda a relação”, destaca Sarah.
Quando essa situação tende mais para o lado negativo, onde o ciúme e a desconfiança tomam conta, a especialista alerta que esses sentimentos são características individuais e que a distância, como regra, não gera tais problemas. “Neste caso, é preciso trabalhar a confiança. Se você tem o hábito de desconfiar de todos em todas as suas relações, o problema pode estar me você, não na relação”, explica a profissional.
Sarah Lopes destaca que para se construir um relacionamento coeso e não permitir que empecilhos, como a distância, atrapalhem a relação, a confiança tem que ser a base de tudo. “Confiança é o sustento para toda a relação. Seja à distância ou presencial. Para dar certo, alguns acordos poderão ser feitos, sempre levando em consideração que as restrições do outro podem também ser as suas e que os planos de um dia estarem juntos sempre devem existir”, finaliza a psicóloga.

Bahia Notícias

Comentários: