Pesquisas ajudam na formatação novos produtos turísticos

Postado em 14/11/2017 8:38
turismo

A realização de pesquisas sobre a atividade turística em diversas regiões do Estado foi um dos assuntos apresentados durante reunião do Conselho Estadual do Turismo, nesta quinta-feira (09), na sede da Secretaria do Turismo do Estado (Setur), em Salvador.

Os resultados dos levantamentos são importante ferramenta para a elaboração de políticas públicas e também para que o setor privado possa desenvolver novos produtos turísticos.

Presidente do Conselho Estadual do Turismo, o secretário José Alves chamou a atenção dos presentes à reunião para o potencial turístico de Bom Jesus da Lapa, sugerindo ações que contribuam para o fomento das atividades no segmento do turismo religioso.

A equipe técnica da Setur mostrou que o turismo religioso em Bom Jesus da Lapa movimenta 2,5 milhões de romeiros e peregrinos por ano. A principal romaria ocorre no período de 28 de julho a 6 de agosto, com cerca de 700 mil romeiros e visitantes.

Pesquisas relativas à Festa da Irmandade da Boa Morte e sobre o turismo durante o Festival Internacional do Chocolate de Ilhéus também foram detalhadas pelo estatístico Rodrigo Lopes, da Diretoria de Planejamento Turístico da Setur. “Os dados apurados estão disponíveis, a fim de que possam utilizá-los com o objetivo de fomentar o fluxo turístico nacional e internacional”, acrescentou o secretário José Alves.

Outro item da pauta mostrou experiências das redes de turismo étnico-afro na Bahia. A supervisora de Projetos do Conselho de Turismo da Bahia, Tâmara Azevedo, apresentou números relativos à capacitação de quase três mil pessoas, entre 2016 e 2017, em seis zonas turísticas, onde atrativos naturais e culturais do étnico-afro foram mapeados.

“Este trabalho visa à valorização da religiosidade e tradições de origem africana na Bahia e ao desenvolvimento econômico por meio da atividade turística”, explicou ela. Participam das ações o povo de santo dos terreiros de candomblé, baianas do acarajé, empresários e membros de comunidades quilombolas e de grupos de capoeira. Os resultados obtidos neste segmento também contribuem para a formatação de produtos turísticos que geram emprego e renda.

Conselheiros

Presidido pelo secretário estadual do Turismo, José Alves, o Conselho Estadual do Turismo tem caráter consultivo e é vinculado à Secretaria do Turismo do Estado (Setur). Além do presidente, outros 27 membros, nomeados pelo Governo do Estado, compõem o Contur, dentre eles representantes das secretarias da Cultura, Segurança Pública, Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura. Do setor privado participam integrantes de segmentos relacionados à atividade turística, a exemplo de hospedagem, bares e restaurantes, guias de turismo, agências de viagem e Sindicato de Empresas de Turismo. As atividades do conselho não são remuneradas.

Secom

Comentários: