PF investiga suposta propina de R$ 4 mi da Odebrecht a Romero Jucá

Postado em 08/11/2018 9:41

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (8) a Operação Armistício, que investiga o suposto recebimento de vantagem indevida pelo senador Romero Jucá (MDB-RR), relacionado à edição, no ano de 2012, de uma Resolução do Senado que se destinava a restringir a guerra fiscal nos portos brasileiros. Jucá, no entanto, não é alvo de medidas judiciais nesta operação.

A PF cumpre 9 mandados de busca e apreensão – 7 na capital de São Paulo, 1 em Santos e 1 em Campo Limpo Paulista – contra doleiros e investigados por pagar vantagem indevida.

Em nota, a PF informou que os pagamentos indevidos, na ordem de R$ 4 milhões, teriam sido feitos por uma grande empreiteira que tinha interesse na edição do ato. As medidas foram deferidas pelo ministro Edson Fachin, no Inquérito 4382-STF.

Bahia Notícias

Comentários: