Remédio contra hepatite C consegue eliminar vírus da chikungunya, diz estudo

Postado em 09/11/2018 9:14

Um estudo realizado no Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo e divulgado nesta quinta-feira (8) mostrou que o medicamento sofosbuvir, utilizado no tratamento da hepatite C crônica, é capaz de eliminar também os vírus da chikungunya e da febre amarela. A pesquisa indica que a droga se mostrou 11 vezes mais efetiva contra o vírus da chikungunya do que contra as células humanas infectadas, de acordo com o Globo.

Segundo os pesquisadores, a descoberta pode ser uma alternativa mais barata e rápida do que a formulação de um novo medicamento contra a chikungunya.

“No tratamento da hepatite C, o sofosbuvir se mostrou efetivo por inibir a proteína que sintetiza o genoma viral. Pode ser que ocorra o mesmo no caso da chicungunha, mas o mecanismo de ação ainda precisa ser elucidado”, afirmou a pesquisadora Rafaela Milan Bonotto, uma das autoras do estudo.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2017 foram registrados mais de 184 mil casos prováveis de chikungunya. Não há tratamento específico para a doença, o acompanhamento é geralmente feito com hidratação e repouso

Bahia Notícias

Comentários: