São Paulo exige reembolso total e dois garotos para liberar Kieza ao Vitória

Postado em 13/03/2016 3:49
Kieza

Kieza quer deixar o São Paulo. O Vitória deseja contratar o atacante. E a diretoria tricolor impôs suas condições para topar o negócio: cada centavo gasto na aquisição do jogador, que pertencia ao Shanghai Shenxin, da China, deve voltar ao caixa do clube paulista.

Em janeiro, o São Paulo anunciou o centroavante por US$ 1 milhão, que seriam pagos parceladamente aos asiáticos. Para liberar o atacante, que tem contrato até o fim de 2018, seus dirigentes querem receber absolutamente tudo que foi gasto: o mesmo valor de negociação, impostos, taxas bancárias.

Além disso, para ter ganho esportivo na negociação, o São Paulo quer dois garotos das categorias de base do Vitória. A negociação está em andamento, tanto que Kieza foi liberado da concentração na noite do último sábado. Ele estava relacionado pelo técnico Edgardo Bauza para o clássico diante do Palmeiras.

A decisão de permitir que Kieza saísse se deu pela postura do jogador, que pediu para sair. Ele quer jogar, e se vê com poucas oportunidades, já que disputa posição com o titular Calleri e com Alan Kardec, reserva imediato. O argentino só foi contratado depois, e ficará até junho, pois está negociado com o futebol europeu. Kieza não teve paciência de esperar, e a diretoria ficou decepcionada, pois esperava incentivar a disputa pelas vagas.

O atacante disputou apenas duas partidas na temporada, e perdeu a melhor chance de gol da equipe na derrota para o The Strongest, da Bolívia, no Pacaembu, resultado que complicou muito a situação da equipe na Libertadores.

Kieza também não deverá ser relacionado para a viagem à Venezuela, onde o São Paulo enfrentará o Trujillanos, na quarta-feira, pelo torneio continental.

Comentários: