SDR discute inserção de produtos da agricultura familiar em mercados

Postado em 02/09/2017 7:58
Município de Ibirapitanga, assentamento Paulo Jackson, agricultura familiar.



Fotos: Pedro Moraes/GOVBA

Representantes da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado (SDR) e de cooperativas da agricultura familiar da Bahia se reuniram com o superintendente da Associação Baiana de Supermercados (Abase), Mauro Rocha, para dar continuidade às negociações realizadas na Superbahia, a maior feira do setor supermercadista do Norte-Nordeste do Brasil.

A diretora de Agregação de Valor e Acesso a Mercado, da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf/SDR), Elisabete Costa, destacou durante reunião na quinta-feira (31), na sede da Abase, em Salvador, que no encontro os empresários de redes atacadistas de supermercados conheceram diversos produtos da agricultura familiar e demonstraram interesse em comercializá-los.

“A consolidação dessa parceria, para a agricultura familiar, significa mais mercados adquirindo a produção, a ampliação do número de produtos comercializados pelas cooperativas e, com certeza, a geração de mais trabalho e mais renda para as famílias. Outro avanço, com o crescimento do número de estabelecimentos que compram, é também facilitar a logística de entrega”, disse Elisabete.

Também foram discutidas estratégias e caminhos para facilitar a inserção da produção da agricultura familiar nos mercados. Estão entre esses produtos o iogurte, o queijo mussarela, as polpas e sucos de frutas e as arrinhas de cereal. De acordo com o representante da Central da Caatinga, Adilson Ribeiro, as expectativas são as melhores. “A reunião foi muito produtiva, do ponto de vista dos encaminhamentos já feitos e dos contatos com as redes de supermercados para cadastro de alguns produtos”.

Ribeiro salientou ainda que a concretização dessa parceria resultará na introdução dos produtos em novos mercados. “Acho que essa é uma oportunidade, uma porta que se abre. O Governo, por meio da SDR, com a CAR e a Suaf, tem dado essa oportunidade aos empreendimentos. Essa reunião e a participação na Superbahia é um passo muito importante. O produtor vai ganhar um novo espaço de mercado e, consequentemente, melhorar a qualidade do produto e o volume de produção, gerando mais profissionalização, emprego, renda e mais qualidade de vida para as pessoas envolvidas no processo”.

Entre os encaminhamentos do encontro está a participação das cooperativas em um evento programado pela Abase, em Salvador, no mês de novembro, também para a divulgação dos produtos e a participação da associação na edição 2017 da Feira Baiana da Agricultura Familiar, Economia Solidária e Reforma Agrária (Febafes).

Participaram do encontro representantes da Rede de Cooperativas Arco Sertão, Central da Caatinga, Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), Cooperativa de Produção Agropecuária de Giló (Coopag), Natural Frut, Cooperativa Agroindustrial de Itaberaba (Coopaita) e da assessoria do Movimento de Organização Comunitária (MOC).

Secom

Comentários: