Trabalho do Graer com drones é citado como referência na China

Postado em 14/09/2018 8:49
O evento, promovido pela Organização de Aviação Civil Internacional, aconteceu entre os dias 10 e 12 deste mês, na cidade de Chengdu.
O trabalho do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, em relação a crimes praticados por operadores de drones, foi reconhecido e citado, no 3º Simpósio sobre Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotáveis (RPAS), realizado entre os dias 10 e 12 de setembro. O evento, promovido pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), aconteceu, na cidade de Chengdu, na China.
O caso lembrado durante a exposição aconteceu, na Arena Fonte Nova, no dia 22 de julho de 2018, quando um drone, voando ilegalmente, mais alto que o helicóptero do Graer, colocou em risco o público que assistia ao clássico Bahia x Vitória e, ainda, os pilotos da aeronave da PM. O operador da aeronave não tinha autorização para realizar o voo e foi detido pela polícia.
A OACI é o principal órgão internacional dedicado a organizar a aviação no mundo. O tema deste ano foi ‘Da acomodação à Integração’ e sugeriu uma remodelação da estrutura para permitir que aviões, helicópteros e drones possam compartilhar o mesmo espaço aéreo, no futuro, sem riscos.
“O Graer segue com o Programa RPAS, com um conjunto de medidas gerenciais voltadas para promover a segurança, a legalidade e a eficácia no uso de drones”, declarou o comandante da unidade, coronel PM Renato Lima.

Comentários: