Tudo nosso, nada deles! Bahia vence o Tremendão e mantém 100% no Baianão

Postado em 06/03/2016 5:56
bahia_triccolor

Os gols só saíram na segunda etapa, mas o Bahia não teve dificuldades para vencer sua quarta partida consecutiva no Baianão, também a oitava partida oficial do ano, mantendo 100% de aproveitamento, tanto no Baianão como no Nordestão. Neste domingo, o tricolor teve que vencer a barreira do goleiro Rudy, do Bahia de Feira, mas conseguiu fazer 2×0 e garantir classificação para a próxima fase, voltar à liderança (12 pontos) e maior tranqulidade para a maratona da próxima quarta-feira, quando faz duas partidas no mesmo dia. Edigar Junio e Zé Roberto marcaram para o tricolor que teve como baixa o atacante Hernane Brocador, com lesão no joelho esquerdo, grande preocupação para o técnico Doriva, em semana preparatória para o Ba-Vi.

Na quarta-feira, esforço duplo para o tricolor: às 19h30, o desafio é pelo Campeonato Baiano, contra o Galícia, na Arena Fonte Nova. Em Petrolina, às 21h45, o Esquadrão pega a Juazeirense, pela Copa do Nordeste.

Com desfalques, o Bahia entrou em campo diante do Bahia de Feira buscando manter o bom aproveitamento e também para recuperar a liderança no Campeonato Baiano.
Melhor nos primeiros minutos do confronto, o Tremendão assustou aos seis minutos. Após cruzamento e corte de Yuri, a bola sobrou com o atacante Marclei finalizou por cima da meta do Bahia.
Sem causar maiores perigos ao time de Feira, o Bahia teve a sua primeira finalização aos onze minutos com Hernane Brocador, que mandou a bola por cima do gol defendido por Rudi. Aos 18 minutos, o Bahia tentou na base do escanteio. Juninho cobrou e Rudi saiu para afastar a redonda.
Aos 27, o marcador quase foi aberto por Hernane Brocador. Pela esquerda, Éder cruzou para a área, a defesa do Bahia de Feira resvalou e o camisa 9 bateu de primeira por cima do gol.
Aos 34, Hernane Brocador recebeu cruzamento vindo da esquerda e cabeceou para boa intervenção do goleiro Rudi, que mandou para escanteio. Na sequência, a posse ficou com o time de Feira.
Os primeiros momentos da segunda etapa foram de investidas do Esquadrão. Com um minuto, Hayner recebeu passe na direita do ataque e bateu para o gol. Rudi rebateu, mas nenhum jogador tricolor chegou para a sobra.
Aos sete minutos, Hayner cobrou lateral longo para Hernane, que, dentro da grande área, girou sobre o zagueiro e finalizou por cima do gol de Rudi. Logo depois, mais uma chance. Edigar Junio avançou pela esquerda, cruzou, Luisinho passou batido e Hernane tentou a finalização, mas a bola bateu na defesa.
O torcedor tricolor que foi ao Pedro Amorim soltou o grito de gol da garganta aos 18 minutos da primeira etapa. Após troca de passes com Rômulo – que acabara de entrar – Edigar Junio se livrou da marcação e bateu para a rede.
Logo depois do gol, aos 19, o Bahia seguiu atacando. Edigar Junio cruzou para Rômulo, que dominou e bateu forte para grande defesa de Rudi. A bola ainda bateu na trave. No lance, Hernane acabou torcendo o joelho e acabou substituído por Jacó.
Muito superior na partida, o Bahia teve chances de ampliar o marcador, mas viu Rudi aparecer com boas intervenções. Com 35 minutos, Jacó fez ótimo cruzamento para Rômulo, que finalizou com força para ótimo bloqueio do goleiro. Aos 38, Rudi fez mais uma defesa após chute colocado de Luisinho. Um minuto depois, Zé Roberto recebeu cruzamento e cabeceou em cima do arqueiro.
Ja no finalzinho, depois de várias oportunidades, o Bahia conseguiu marcar mais um gol. Em mais um contra-ataque, Zé Roberto avançou e chutou colocado para a rede.

Segundo tempo 

FICHA TÉCNICA

Bahia de Feira x Bahia
Campeonato Baiano – 5ª Rodada
Local: Estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim
Data: 05/03/2016
Horário: 16h
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Carlos Eduardo Bregalda Gussen
Cartões amarelos: Ramirez, Marconi (Bahia de Feira) / Luisinho, Hayner, Robson, Paulo Roberto (Bahia)
Gols: Edigar Junio (Bahia)
Bahia de Feira: Rudi, Paulo Miranda (Guilherme Gofinha), Menezes, Lucas e Júnior (Peterson); Ramirez (Lourival), Marconi, Jarbas, e Bruninho; Marclei e Léo. Técnico: Quintino Barbosa.
Bahia: Marcelo Lomba; Hayner, Robson, Éder e Yuri; Feijão e Paulo Roberto; Juninho (Rômulo), Luisinho e Edigar Junio (Zé Roberto); Hernane (Jacó). Técnico: Doriva

Comentários: