A verdade sobre o uso de suplementos para turbinar os treinos na academia

Postado em 19/05/2017 8:41
suplementos-vitaminicos

Cada vez mais tem se falado nos benefícios dos suplementos, principalmente nas academias. Mas será que eles realmente potencializam os resultados da musculação e dos exercícios aeróbicos?

Alinhe o cardápio
O segredo da boa forma e saúde está nos alimentos ingeridos, eles são determinantes para quem busca uma definição corporal, seja para a perda de peso ou para o ganho de massa muscular, a diferença está justamente na escolha do que deve compor o cardápio e as quantidades de cada ingrediente. Antes de mais nada, a nutricionista Sinara Menezes, consultora da Nature Center, ressalta que nosso organismo tem necessidades nutricionais para funcionar corretamente independentemente da meta física, portanto é fundamental fornecer o aporte adequado para evitar carências que, além de sabotar seus resultados, ainda prejudicam a saúde. Segundo a especialista alguns grupos alimentares são indispensáveis nos pratos das principais refeições: proteínas, carboidratos complexos e fibras devem marcar presença todos os dias, o que varia são as quantidades dependendo da hora do dia e da dieta de cada um.

Defina a melhor estratégia para atingir sua meta
O objetivo do treino é o que vai determinar o tamanho das porções e a frequência dos alimentos ingeridos na dieta. É importante saber onde se quer chegar para traçar o caminho mais estratégico. “A proteína é fundamental para o ganho de massa magra porque ela atua na recuperação e crescimento dos músculos. Já os carboidratos complexos vão preservar esse tecido muscular diante dos exercícios mais intensos para que o corpo não use isso como energia, portanto, para quem busca uma definição muscular é recomendado o aumento do consumo de alimentos ricos em proteínas e carboidratos integrais, como batata doce, carnes magras, peixes, peito de frango, entre outros”, explica a nutricionista. Ela afirma que, para quem tem a perda de peso como meta, esses grupos ainda devem estar presentes na alimentação, porém em porções menores: “Nesses casos deve-se reduzir a ingestão calórica, e priorizar os vegetais, frutas e legumes”.
O ritmo de vida moderno com o trabalho, estudos e demais obrigações domésticas e sociais atrapalham nossa disciplina e o cansaço decorrente disso elimina nossa disposição para encarar os exercícios. Segundo Menezes há casos em que a suplementação de vitaminas e minerais pode ser uma alternativa para dar mais energia e aumentar a disposição durante o treino, o mesmo serve para quem tem o metabolismo mais lento e deseja acelerar o processo, pois a cafeína é um termogênico poderoso. Mas não são só esses benefícios, eles podem garantir mais energia, aliviar a fadiga, aumentar a resistência, acelerar o metabolismo e auxiliar o corpo no processo de regeneração muscular, possibilitando conciliar os objetivos ao estilo de vida de cada um.

Fique de olho na intensidade do treino
Quanto mais pesado for o exercício maior será o desgaste muscular, portanto, para que não aconteça o efeito rebote e o corpo comece a queimar massa magra, é necessário que o aporte de proteínas esteja em dia, assim como o dos carboidratos complexos também. Isso irá garantir que o metabolismo processe a fonte certa de energia: as gorduras. Justamente por esse motivo é que os suplementos proteicos são muito populares entre os frequentadores de academia. Outro ponto importante a ser considerado é o lanche pré-treino, ele é determinante para conseguir enfrentar todo o treino programado, para isso a dica da nutricionista é apostar em lanches integrais mais leves cerca de uma hora antes do treino, pois eles podem garantir saciedade e energia por mais tempo, evitando a hipoglicemia. Mas, lembre-se jamais faça uso deliberado de suplementos e, se surgirem dúvidas na hora de compor o cardápio ou recorrer à suplementação, consulte sempre um médico/nutricionista.

Terra

Comentários: