Volkswagen Golf em recall de airbags que explodem

Postado em 13/03/2018 9:05

 

A Volkswagen está convocando o Golf para um recall de substituição do airbag. As bolsas de ar, fabricadas pelo fornecedor ARC, podem explodir em caso de colisão, projetando fragmentos metálicos no interior da cabine. Estão envolvidos os airbags frontais do passageiro de duas unidades.

Modelos envolvidos:

  • Golf com fabricação em 2015 chassis WVWHD6AU9FW102186 e WVWHE6AU2FW105363.

O atendimento às unidades envolvidas será iniciado na próxima quinta-feira, 15 de março. Será feita a substituição da peça em questão. Para mais informações sobre o recall, acesse o site da fabricante ou ligue 0800 019 5775.

Airbags da ARC explodem como os da Takata

A partir de 2014, começaram a vir à tona casos em que airbags explodiam após uma colisão, nos Estados Unidos. Investigações apontaram as bolsas de ar fabricadas pela japonesa Takata, maior fornecedora do mundo, como a causa das ocorrências que já levaram 19 pessoas à morte.

Descobriu-se que a primeira explosão havia ocorrido em 2004, e cada vez mais airbags estouravam. A razão é o nitrato de amônio, a substância utilizada pela Takata no interior dos deflagadores de seus airbags para gerar o gás que infla os airbags. O químico é altamente instável e foi escolhido por diminuir o custo das peças.

Quando foi constatado que as peças fabricadas pela Takata se tornavam explosivas depois de cerca de 15 anos de exposição ao tempo, iniciou-se o que viria a ser o maior recall da história. Atualmente, cerca de 37 milhões de automóveis fazem parte do processo, apenas no Estados Unidos.

Não muito tempo depois, veículos com airbags da fabricante ARC, com sede nos Estados Unidos, também entraram em recall por utilizarem o nitrato de amônio. No Brasil, outros modelos da Volkswagen entraram na campanha em 2016. Saiba tudo sobre o recall de airbags da Takata.

R7

Comentários: