Banana chips da agricultura familiar é lançada na NaturalTech

Postado em 08/06/2018 8:47
Nutritiva, leve, crocante, sequinha e da agricultura familiar, a Banana da Terra Chips, produzida pela Cooperativa dos Produtores Rurais do município de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), é um dos produtos da Bahia lançados na Naturaltech – Feira Internacional de Alimentação Saudável, Suplementos, Produtos Naturais e Saúde, que reúne, até sábado (9), mais de 400 expositores no Pavilhão de Feira do Anhembi, em São Paulo. Juntos, os expositores lançam em torno de 1,2 mil produtos durante o evento.
A banana da terra, matéria-prima utilizada pela Coopatan, é oriunda de 330 cooperados que produzem em uma área total de 370 hectares, no município baiano de Tancredo Neves. A Coopatan se encarrega do processo de produção, embalagem e fornecimento da Banana da Terra Chips para os grandes supermercados a preço justo e competitivo.
A novidade se junta aos outros produtos comercializados pela cooperativa como os in natura banana da terra, banana maçã, aipim, goiaba, abacate e abacaxi, e os processados, a exemplo da farinha de mandioca especial e aipim a vácuo (Itabaína), e a goma de tapioca hidratada (Realeza).
O representante comercial Marcelo de Oliveira, do interior de São Paulo, conta que participa da feira anualmente e busca por produtos com apelo ecológico e sustentável. “Esse produto da Bahia me chamou atenção não somente pelo sabor, mas também pela apresentação. Acredito que um produto como esse cai na graça do paulista”.
A Coopatan faz parte da Rede Mata Atlântica, uma composição de grupos produtivos da agricultura familiar e economia solidária, formada por 30 empreendimentos, e atua como agente de transformação financeira, social, econômica e solidária na região, além de garantir a oferta de produtos de qualidade.
Reunindo 12 cooperativas baianas, o estande Bahia Produtiva na Naturaltech 2018 é uma ação estratégica do Governo do Estado que apoia as organizações produtivas da agricultura familiar, para que seus produtos possam ser posicionados em novos mercados. A iniciativa é da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), mediante acordo de empréstimo entre o Governo do Estado com o Banco Mundial.

Secom

Comentários: