Clínica de saúde mental será inaugurada este mês em Salvador

Postado em 23/11/2016 5:28
piscina-com-raia

Oferecer todos os recursos da psiquiatria aos seus pacientes. Essa é a missão da Holiste Psiquiatria, que inaugura no próximo dia 24/11, às 19 horas, sua nova sede no bairro de Pituaçu, Salvador. A nova clínica, idealizada pelo médico psiquiatra Luiz Fernando Pedroso e pela enfermeira psiquiátrica Sandra Siqueira, ocupa uma área de 6 mil m², sendo 5 mil m² de área construída. O investimento é considerado o maior do setor nos últimos 30 anos.

“Este projeto foi concebido para levar um atendimento de alta qualidade ao paciente com transtorno mental, seja no tratamento ambulatorial ou na internação psiquiátrica. Tentamos reunir tudo que há de mais moderno no tratamento dos transtornos mentais, desde os equipamentos de neuroestimulação, passando pelas diversas práticas psicoterápicas, até o planejamento minucioso dos ambientes. Tudo atua de forma conjunta e harmônica, configurando um ambiente terapêutico que possibilita a recuperação do paciente”, ressalta Luiz Fernando Pedroso, diretor clínico da Holiste.

POR DENTRO DA NOVA ESTRUTURA
A nova sede está dividida em diferentes espaços. Primeiro temos o prédio principal, que abriga o administrativo, consultórios, salas de neuroestimulação (ECT e EMT), auditórios, salas para realização de atendimento familiar e reuniões. Destaque para dois consultórios ambientados exclusivamente para o atendimento infantil e uma sala exclusiva para a equipe técnica (psiquiatras, psicólogos e terapeutas).

Em seguida temos o ambiente da internação psiquiátrica, que traz quartos individuais, duplos e triplos, piscina com raia e estrutura para hidroginástica, academia, quadra poliesportiva, salão de beleza, spa com hidromassagem e sauna, salas de atividade terapêutica, salão de jogos e áreas de convivência ao ar livre.

“A divisão dos espaços em ambientes distintos é uma demanda técnica dos idealizadores, e tem o intuito de preservar a privacidade e o bem-estar dos pacientes que atendem a modelos de tratamento distintos. Além disso, todos os ambientes são climatizados e receberam tratamento térmico e acústico. Também contemplamos um projeto paisagístico para cada espaço, do ambulatório à internação. Tudo foi pensado para fazer com que o paciente se sinta acolhido, cuidado. Aqui, o projeto arquitetônico foi uma ferramenta a serviço do projeto terapêutico ”, ressalta Eduardo Brandão, arquiteto que assina o projeto. Há, ainda, uma última estrutura destinada aos colaboradores da Holiste, que traz uma cozinha industrial, refeitório, vestiários e sala de descanso.

Assim, o grande foco da estrutura é tornar a experiência do paciente a mais agradável possível, mesmo se tratando de uma Semi-UTI Psiquiátrica. De acordo com Dr. Luiz Fernando, este foi o grande desafio do projeto: construir uma estrutura que propicie o repouso e a convivência, mas tendo uma sólida estrutura médico-hospitalar que não precisa ser aparente. Dessa forma, é possível desenvolver o conceito de ambientoterapia que norteia todo o trabalho exercido na clínica. “A AMBIENTOTERAPIA se baseia no trabalho psicológico das relações entre pacientes, terapeutas, demais profissionais da clínica e os valores institucionais da Holiste, para promover uma vivência socioterápica no ambiente hospitalar. Com isso, além de reduzir eventuais traumas da internação, a experiência institucional irá estimular e promover o desenvolvimento pessoal dos pacientes”, afirma o psiquiatra.

SUSTENTABILIDADE, FUNCIONALIDADE E AUTONOMIA
Os escritórios foram planejados para melhor acolher a equipe administrativa da Holiste, que se expandiu bastante ao longo destes 16 anos de atividade. Outro diferencial do projeto são as ações de sustentabilidade, como aproveitamento de água da chuva, isolamento térmico dos ambientes para reduzir o gasto com energia/ climatização, aquecimento de água através de placas de energia solar, dentre outros pontos. Com dois geradores de energia para emergências, a nova sede tem sua autonomia operacional assegurada em situações de desabastecimento.

INVESTINDO NA QUALIDADE DE ATENDIMENTO
Esse novo equipamento vai permitir à Holiste manter o seu crescimento sem prejudicar o alto padrão de atendimento, principal característica da clínica. “Muito além de um crescimento da estrutura ou aumento de leitos, buscamos a criação de um espaço com mais qualidade do que o que a gente tem hoje. Nosso trabalho cresceu, foi bem aceito pelos nossos clientes ao longo desses 16 anos, e isso fez com que incorporássemos muitos profissionais ao nosso time. O espaço que a gente tinha ficou insuficiente. Não estamos investindo em quantidade, em ampliação do número de leitos e pacientes – essa ampliação é pequena, não é significativa. Estamos investindo em qualidade de atendimento”, afirmou Luiz Fernando.

O atendimento na nova sede terá início em 5 de dezembro de 2016, contando com os serviços de ambulatório, internação, terapias de neuroestimulação, atendimentos domiciliares e mais uma série de serviços especializados em saúde mental. A nova estrutura se somará as instalações do hospital dia da Holiste, localizado na Rua das Rosas, nº 658, na Pituba.

Comentários: