Edigar Junio marca duas vezes e Bahia arranca empate na casa do Porco

Postado em 12/10/2017 11:05
edigar_gol

Confiança. Essa foi a palavra chave para o Bahia levantar a cabeça, dar a volta por cima e ir buscar o empate após sofrer 2×0 do Palmeiras. Desarrumado em campo, o tricolor foi tomando as rédeas do jogo, descontou no finalzinho da primeira etapa com Edigar Junio, de cabeça, e conseguiu igualar o placar aos 42 minutos da segunda etapa, também com Junio, em cobrança de penalidade sofrida por Mendoza. O pontinho ganho fora de casa foi importante diante dos resultados da rodada. O time baiano começou na 13ª posição e termina na 14ª, um ponto apenas a frente do primeiro time na zona de rebaixamento, o São Paulo. O jogo marcou a estreia do técnico Paulo César Carpegiani no comando do tricolor baiano.

bahiagol

O tricolor começou a partida nervoso, errando muitos passes e dando muito espaço pela esquerda do ataque palmeirense, justamente por onde começaram as jogadas dos dois gols do time da casa. O primeiro, aos dois minutos de jogo, após roubada de bola de Dudu, que tocou para Deyverson, dele para Moisés e a bola acaba chegando em Willian que empurra de carrinho a bola para as redes de Jean. O gol mexeu com o equilíbrio da equipe que passou a errar passes bobos e facilitar o desenvolvimento de jogadas do Porco. Aos poucos, o tricolor foi se rearrumando e chegou a ter domínio do jogo, forçando Prass a boas defesas. Só que aos 38, novamente, pela esquerda, o Palmeiras chegou com facilidade com Bruno Henrique, que iniciou a jogada e contou a ajuda de Deyverson e Tchê Tchê. 2×0.

Parecia que a noite era mesmo do Verdão. Mas, aos 46 minutos, Edigar Junio, o melhor do Bahia em campo, escorou de cabeça cobrança de escanteio, reduzindo o prejuízo. 2×1

Na segunda etapa, o Bahia teve mais chances de igualar o placar do que o Palmeiras de ampliar. Faltava o passe final. E aos 41, em jogada individual pela esquerda, Mendoza foi derrubado na área por Róger Guedes que tinha acabado de entrar em campo. Edigar, Rodrigão, Régis e Jean discutiram para ver quem cobrava e o técnico estreante Carpegiani mandou do banco de reservas a ordem para que Edigar cobrasse. O atacante bateu forte no canto esquerdo de Prass e o goleiro por pouco não chega na bola que estufou as redes para satisfação da equipe tricolor. Um jogo suado, um ponto ganho mais na raça que na técnica.

Com o ponto conquistado, o Bahia somou 32, mas caiu uma posição na tabela de classificação e agora ocupa a 14ª colocação. O Palmeiras segue na quinta posição com 44.

O Esquadrão volta à campo neste domingo (15), às 18h no horário de Salvador, para enfrentar mais outro paulista, desta vez, o Corinthians, na Arena Fonte Nova, na capital baiana, pela 28ª rodada. No mesmo dia, mas duas horas antes, o Palmeiras visita o Atlético-GO no estádio Olímpico, em Goiânia.

 

TIMES P J V E D GP GC SG %
1 Corinthians Corinthians 58 27 17 7 3 39 16 23 71
2 Santos Santos 48 27 13 9 5 28 17 11 59
3 Cruzeiro Cruzeiro 47 28 13 8 7 35 24 11 55
4 Grêmio Grêmio 46 27 14 4 9 41 23 18 56
5 Palmeiras Palmeiras 44 27 13 5 9 38 29 9 54
6 Botafogo Botafogo 43 27 12 7 8 36 29 7 53
7 Flamengo Flamengo 40 27 10 10 7 35 26 9 49
8 Atlético-MG Atlético-MG 37 27 10 7 10 30 31 -1 45
9 Vasco da Gama Vasco da Gama 36 27 10 6 11 28 38 -10 44
10 Atlético-PR Atlético-PR 35 27 9 8 10 31 32 -1 43
11 Sport Sport 33 27 9 6 12 33 39 -6 40
12 Vitória Vitória 32 27 9 5 13 33 40 -7 39
13 Chapecoense Chapecoense 32 27 9 5 13 31 40 -9 39
14 Bahia Bahia 32 27 8 8 11 34 35 -1 39
15 Ponte Preta Ponte Preta 32 28 8 8 12 29 36 -7 38
16 Fluminense Fluminense 32 27 7 11 9 35 37 -2 39
17 São Paulo São Paulo 31 27 8 7 12 34 38 -4 38
18 Avaí Avaí 30 27 7 9 11 17 32 -15 37
19 Coritiba Coritiba 28 27 7 7 13 26 36 -10 34
20 Atlético Goianiense Atlético Goianiense 26 27 7 5 15 27 42 -15 32

FICHA TÉCNICA
Palmeiras x Bahia
Campeonato Brasileiro – 27ª rodada
Local: Pacaembu, em São Paulo
Data: 12/10/2017
Horário: 21h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Assistentes adicionais: Adriano Milczvski (PR) e Edivaldo Elias da Silva (PR)
Cartões amarelos: Edu Dracena (Palmeiras ) / Mendoza, Renê Júnior (Bahia)
Gols: Willian, Bruno Henrique (Palmeiras) / Edigar Junio, duas vezes (Bahia)

Palmeiras: Fernando Prass; Tchê Tchê, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique (Felipe Melo), Moisés e Dudu; Willian e Deyverson (Borja). Técnico: Cuca

Bahia: Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Juninho, Renê Júnior, Zé Rafael (Régis) e Vinícius (Rodrigão); Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Comentários: