Não compre, plante

Postado em 08/11/2018 9:10

Hortas domésticas são uma excelente opção para as famílias que querem consumir alimentos frescos e de procedência segura. O excedente da produção caseira ainda pode virar uma fonte de renda extra, ou ser doado para a caridade.

Existem algumas dicas para quem quer plantar sua própria comida. As hortas caseiras podem ocupar praticamente qualquer espaço: quintais de casa, vasos em apartamentos, jardineiras em varandas.

  1. Escolha um local que fique exposto ao sol o máximo de tempo possível para fazer a sua horta. Depois, defina o formato dela: se será vertical, em vasos, no solo ou em jardineira. Você pode plantar diretamente no vaso ou deixar que a semente cresça em outro recipiente para transportar quando a planta tiver germinado.
  2. A terra deve ser fértil e “fofa”, para favorecer a entrada de nutrientes. Mantenha a terra sempre úmida, mas tome cuidado para não encharcar, para evitar a proliferação de fungos e bactérias.

Inclua na sua rotina o acompanhamento das plantas. Alguns alimentos são mais fáceis de cultivar e muitos fazem parte do cardápio dos brasileiros. É o caso da couve, da cebolinha, do manjericão, da salsa, da hortelã e da cenoura. Oferecendo o básico, suas hortaliças vão se desenvolver com vigor.

PDA 2018

A Semana Nacional de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos tem o objetivo de mobilizar a população contra o desperdício de alimentos, além de estimular comerciantes a adotarem práticas que evitem perdas de produtos que podem ser consumidos. Neste ano, ela ocorre entre os dias 5 e 11 de novembro de 2018.

Comentários: