Sai, inhaca! Bahia vence o Timão com gol de Mena no finalzinho

Postado em 13/06/2018 7:07

O resultado não foi o suficiente para tirar o Bahia da zona de rebaixamento – agora é o 17º, encostado no Vitória, 16º, perdendo apenas no critério número de gols marcados -, mas empolgou a torcida, mais uma vez com gol marcado no apagar das luzes, aos 45 minutos da segunda etapa pelo chileno Mena. Valeu mais uma vez a mística tricolor.

O resultado completa o início muito ruim de trabalho do técnico Osmar Loss à frente do Timão, com apenas uma vitórias, dois empates e quatro derrotas desde a saída do técnico Fábio Carille. Com 16 pontos, o Corinthians está mais próximo da zona de rebaixamento, que se inicia justamente no Bahia, com 12, do que dos quatro primeiros colocados (Internacional, com 22).

Os dois times agora terão uma pausa de mais de um mês nos jogos oficiais até a retomada do Campeonato Brasileiro. Depois da disputa da Copa do Mundo, o Alvinegro volta as suas atenções ao torneio no dia 18 de julho, contra o Botafogo, na Arena. Antes, no entanto, os comandados de Osmar Loss disputam amistosos contra o Cruzeiro, nos dias 4 e 11, frente ao Grêmio, no dia 8. Os baianos, por sua vez, jogam no dia 19 do mês que vem contra a Chape.

O tricolor, no entanto, tem dois compromissos na pausa do Brasileirão, jogando pela Copa do Nordeste, contra o Ceará, o primeiro deles no próximo dia 21, às 21h45, no castelão. O jogo de volta está marcado para o dia 26, também às 21h45, na Fonte Nova.

O primeiro tempo mostrou os donos da casa com um ritmo alucinante para um apático Corinthians sempre dobrando a marcação e roubando a bola no campo de ataque. A primeira oportunidade veio com o centroavante Kayke, que aproveitou vacilo de Sidcley e Pedro Henrique, antecipou-se na primeira trave e testou forte, levando bastante perigo ao gol de Walter.

O goleiro, que reclamou bastante do estado do gramado na sua pequena área, quase falhou clamorosamente em lance pouco depois, quando deixou bola espirrada passar por si. A redonda só não entrou porque Pedro Henrique afastou em cima da linha. Na sequência, Régis tentou o chute rasteiro da entrada da área, mas o arqueiro conseguiu segurar a firme.

Inoperante, principalmente com a dificuldade de Rodriguinho em ficar com a bola, o Alvinegro teve apenas uma boa chance para marcar, quando Roger ganhou pelo alto da defesa e raspou na bola, mas mandou ao lado da trave. Ainda antes do intervalo, o Bahia teve outra boa chance com Kayke, batendo falta, mas a bola desviou na barreira e passou por cima do gol.

A dinâmica do jogo não mudou para a etapa final, que mostrou Juninho Capixaba no lugar de Sidcley e Mena na vaga de Elber. O chileno começou a ter suas chances ainda antes dos cinco minutos, quando Capixaba foi desarmado com facilidade por Régis e o meia cruzou forte para o meio da área. O canhoto, quase na pequena área, chutou forte de primeira, mas para fora.

Osmar Loss seguiu sem saber o que fazer para melhorar sua equipe, vendo o Bahia acumular chances desperdiçadas. Régis, Zé Rafael, Kayke e até Allione, que entrou depois, poderiam ter aberto o placar, mas acabaram errando o alvo. Júnior Dutra e Emerson Sheik foram acionados para ajudar no ataque alvinegro, mas o golpe fatal veio do lado baiano.

Depois de Maycon chutar rasteiro e exigir boa defesa de Anderson, que entrara na vaga do machucado Douglas, os baianos continuaram insistindo e foram premiados. Régis tirou a zaga para dançar, ameaçou chutar e criou muito espaço para a chegada de Mena para a esquerda. O chileno, dessa vez, bateu forte, acertou o ângulo de Walter e determinou o placar final.

Foto: Felipe Oliveira

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 x 0 CORINTHIANS

Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 13 de junho de 2018, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Leandro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Bernardi e José Calza (ambos do RS)

Cartões amarelos: Gregore e Flávio (Bahia); Júnior Dutra (Corinthians)

Gols:

BAHIA: Mena, aos 45 minutos do segundo tempo

BAHIA: Douglas (Anderson); Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Régis, Élber (Mena) e Zé Rafael; Kayke (Allione)

Técnico: Cláudio Prates (interino)

CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley (Juninho Capixaba); Gabriel e Maycon; Pedrinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Júnior Dutra); Roger (Emerson Sheik)

Técnico: Osmar Loss

Comentários: