Último domingo gastronômico de 2017 tem concerto especial no CHS

Postado em 01/12/2017 1:20
viradao

16 restaurantes participam da última edição dos Domingos Gastronômicos que criaram cardápios a partir de receitas descritas no livro “Arte Culinária na Bahia”, de 1916, de Manuel Querino

Nos restaurante atores fazem cenas curtas encarnando personagens reais da história da Bahia, como Gregório de Mattos

O domingo fica completo com o concerto com a Orquestra de Câmara de Salvador (OCSal), sob a regência do maestro Ângelo Rafael. Nesta edição com a participação do Coral Ecumênico da Bahia (CEB)

A manhã do próximo domingo, 03.12, no Pelourinho será especial. Começa com o concerto com a Orquestra de Câmara de Salvador (OCSal), na Igreja do São Francisco, às 11h. Nesta edi&cced il;ão a apresentação conta com a participação especial do Coral Ecumênico da Bahia (CEB) interpretando o “Glória”, de Antonio Vivaldi, com solos de Marilda Costa (soprano) e Vanda Otero (mezzo-soprano). A apresentação ainda contará com a oboísta Roberta Benjamim e o maestro Jean Prado. Todos sob a regência do maestro Ângelo Rafael, que coordena o Popelô – Polo de Orquestras do Pelô, ação do Pelourinho Dia e Noite, da prefeitura de Salvador, que promove a residência art ística de quatro orquestras de Salvador nas igrejas do Centro Histórico e realiza ensaios abertos, concertos e missas orquestradas.

Logo em seguida 16 restaurantes da Praça da Sé, Pelourinho e do Largo do São Francisco e quatro bares e lanchonetes participam da última edição do ano dos Domingos Gastronômicos – “Culinária Baiana Original com Arte, por Manuel Querino”, que promove a criação de cardápios a partir de receitas descritas no livro “Arte Culinária na Bahia”, de 1916, de Manuel Querino. Os cardápios – entrada, prato principal e sobremesa têm preços de no máximo R$ 50,00. Durante a ação, ce nas curtas de “dramaturgia gastronômica”, criadas por Aninha Franco, com direção de encenação Rita Assemany, começam a acontecer nos vários espaços a partir das 12h30.

Mas não para por aí. No Largo do São Francisco a Feira de Artes e Encantos do Sagrado, no Montepio do Artistas, no Largo do São Francisco, oferece obras originais de 25 artesãos baianos. Há também a visitação do sobrado que abriga desde 1883 a Sociedade Protetora dos Desvalidos, fundada em 1827 por homens negros livres . A partir das 12h30 a culinarista Elíbia Portela reúne plateia e fala sobre os Bolinhos de Arroz da Bahia, uma receita doc e tradicional baiana, dá a receita e faz degustação gratuita. O encontro está marcado para acontecer na doceria Marrom Marfim, na Rua Gregório de Matos, 17. E das 15h às 17h, no palco do Cruzeiro do São Francisco, tem show de samba com o Grupo Botequim que faz uma apresentação especial celebrando o Dia do Samba.

Restaurantes que participam :

CGC Café Gourmet – Galinha ao molho pardo e sarapatel de carneiro + ambrosia – R$ 38,00 (por pessoa)
Cuco Bistrô – Caldinho de feijão + feijoada completa de Manuel Querino + Cuco mini pastéis e doce se caju + licor de jenipapo ou cachaça orgânica – R$ 50,00 (por pessoa)
Villa Bahia – Bolas de inhame com feijão de leite + xinxim de galinha com efó de língua de vaca + bolo da Bahia com doce de caju – R$ 49,00 (por pessoa)
Axêgo – Arroz de hauçá + cocada preta – R$ 50,00 (por pessoa)
Dona Chika-ká – Mini-cacarajés + bobó de inhame da costa à Manuel Querino + ambrosia + aluá – R$ 50,00 (por pessoa)
Odoyá – Moqueca ou ensopado de peixe (posta) + cocada de formo com sorvete – R$ 50,00 (por pessoa)
Cantina da Lua – Angú incubado – R$ 30,00 (por pessoa)
Ponto do Vital – Caldo de carangodé + maniçoba + cocadas e frutas da época – R$ 65,00 (duas pessoas)
Café Conosco – Vatapá de galinha com arroz de leite de côco e efó tradicional + cafezinho gourmet Piatã (cortesia) – R$ 39,00 (por pessoa)
Uauá – Bolinho de aipim com queijo coalho + paçoca de pilão com feijão verde, manteiga de garrafa e farofa de banana + doce de banana – R$ 50,00 (por pessoa)
Maria Mata Mouro – Polenta de milho + peixe sem espinha com pirão e legumes + doce de caju – R$ 49,00 (por pessoa)
Romã – Moqueca de peixe e de ovos, vatapá de galinha, caruru e arroz branco + doce de caju com bolo inglês + aluá de abacaxi – R$ 42,00 (por pessoa)
Sorriso da Dadá – Moqueca de ovo + ambrosia – R$ 50,00 (por pessoa)
Alaíde do Feijão – Rabada com agrião e pirão + doce de banana – R$ 30,00 (por pessoa)
Restaurante XV – Moqueca de peixe, caruru e arroz + ambrosia – R$ 30,00 (por pessoa)
Casa da Gamboa – Moqueca de peixe e xinxim de galinha, vatapá, caruru e feijão quitandê + cocada preta – R$ 50,00 (por pessoa)

Rota do Cafezinho e Aperitivo
La Porte – Sorvete
Marrom Marfim – Trufas, chocolate quente e café
Pão Pelô – Pães e bolos
A Cubana – Sorvetes e salgados

O Pelourinho Dia e Noite realiza ações de domingo a domingo no Centro Histórico, até 31 de dezembro deste ano. O resultado são ruas cheias de gente que há tempos não frequentava o Pelourinho, especialmente nos finais de semana. Nove ações calendarizadas promovem 11 ações culturais semanais gratuitas com múltiplas linguagens – música, dança, teatro, gastronomia, artesanato, fotografia, cinema e história da Bahia. Toda a programa ção está disponível no site www.pelourinhodiaenoite.com.br. As ações integram o programa Salvador 360, da Prefeitura de Salvador, e são coordenadas pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), por meio da Diretoria de Gestão do Centro Histórico.

Domingo, 03.12, 12h30, Pelourinho – SABOREAR RECEITAS COM GOSTO DE SAUDADE – GRATUITO.

A estrela da segunda edição do “Receitas Doces da Vovó” é a queijadinha de Sintra, um doce delicado, pequenas e deliciosas tartes feitas a partir de queijo fresco, açúcar, ovos, coco, farinha de trigo e um pouco de canela, envolvidas numa massa crocante e estaladiça. A ação concebida pela Diretoria de Gestão do Centro Histórico para o Pelourinho Dia e Noite será comandada pela culinarista Elíbia Portela, que falará sobre a importância do doce para a história da culinária e promoverá uma degustação gratuita.

O encontro está marcado para acontecer a partir das 12h30 na doceria Marrom Marfim, na Rua Gregório de Matos 17. Lá também será possível ver a exposição “Do Cacau ao Chocolate”, onde todas as etapas da confecção do chocolate – da amêndoa ao produto final – serão mostradas. E mais ! Quem degustar a queijadinha de Sintra também terá direito a beber o delicioso chocolate quente do Marrom Marfim. O “Receitas Doces da Vovó” tem como objetivo resgatar e divulgar receitas antigas e tradicionais da doceria que chegou em n ossa terra e aqui se desenvolveu. A ação também acolhe receitas apresentadas pelo público, criando assim um cardápio de doces tradicionais da nossa terra.

Comentários: